Veja aqui como podemos ajudar a sua empresa
Parceiros
ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas
Faculdade da Serra Gaúcha - FSG
Faculdade de Tecnologia Ftec - FTEC
Fundação PROAMB
Universidade de Caxias do Sul - UCS
Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
Equipe
Nosso trabalho é executado por uma equipe técnica altamente qualificada, que prima pela seriedade e ética e que busca atender as necessidades específicas de cada cliente.

Faz parte da formação desta equipe um programa de treinamento interno e externo, tanto na área técnica quanto na área de qualidade.
Experiência
Investigações de odores em variados processos industriais;
Amostragem de siloxanos em plantas de purificação de gases;
Testes de eficiência em ventilação de veículos militares.
Últimas matérias
Gestão para a Sustentabilidade
5 de Junho - Dia Mundial do Meio Ambiente
História Hoje: Dia Mundial do Meio Ambiente foi instituído pela ONU em 1972

Há 45 anos, foi criado o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Crescemos escutando que a água era um recurso inesgotável. Só que hoje, sabemos que não. E o que é pior... descobrimos a duras penas.

Usamos a água e outros recursos naturais sem consciência. Agora, vivemos tempos de racionamento, reflorestamento, reaproveitamento... E reciclar, replantar, recuperar passaram a ser palavras de ordem. O planeta tem pressa.

O meio ambiente passou a ser o centro de várias discussões em todos os cantos. E mesmo sendo um tema tão recorrente nem todo mundo compreende a necessidade de mudar velhos hábitos...

Houve tempos de fartura... Casas construídas em cima de árvores... Tábuas e rodinhas que viravam carrinhos de rolimã... Brincadeiras regadas a água... Muita água.

Hoje, adeus aos banhos de mangueira da meninada e aos carros lavados nas calçadas. Os jardins e as árvores deram lugar aos prédios.

E o asfalto recobriu a terra. E o rio virou deserto... E a selva virou pedra...

A preservação dos recursos naturais é assunto recorrente em todos os encontros mundias que debatem a questão. Mas as soluções são lentas... E os recursos naturais ofegam...Alguns não resistem... Falecem.

Rios, córregos e lagos morrem todos os dias contaminados, assoreados... Abandonados a própria sorte. Indústrias só preservam os lucros imediatos e não pensam soluções. Sim, estamos vivendo uma das maiores crises hídricas já oficialmente registrada.

O lixo eletrônico vem contaminando o solo e o lençóis freáticos. As florestas clandestinamente derrubadas, a biodiversidade pirateada e mal utilizada.

O fato é: a Humanidade precisa aprender a viver em harmonia com a natureza. Governantes e população devem se unir para que os impactos negativos acumulados até hoje sejam revertidos.

Se nada for feito, o consumo exagerado dos recursos naturais e a perda constante de biodiversidade poderão promover o desaparecimento de várias espécies e podem comprometer, inclusive, nossa sobrevivência.

Fonte: http://radioagencianacional.ebc.com.br/geral/audio/2017-06/historia-hoje-dia-mundial-do-meio-ambiente-foi-instituido-pela-onu-em-1972
LEIA MAIS
Notícias
Fepam realiza capacitação técnica sobre licenciamento ambiental nas atividades de mineração


A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) realizou, nesta quinta-feira (18), um curso de capacitação técnica para alguns municípios conveniados para o Licenciamento Ambiental Pleno. Nesta edição, o evento teve como objetivo apresentar as atualizações do setor de acordo com a Resolução CONSEMA nº 347/2017, que trata sobre o licenciamento para as atividades de mineração. "Esta medida modifica o enquadramento para fins de licenciamento ambiental dos empreendimentos de minerários do Estado. Logo, é importante apresentar esta mudança aos municípios e orientá-los sobre as novas práticas do setor", afirmou Andrea Garcia Oliveira, chefe da Divisão de Mineração da Fepam.

Participaram da capacitação representantes dos municípios de Bagé, Canoas, Caxias do Sul, Erechim, Lajeado, Novo Hamburgo, Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, São Leopoldo, Santa Maria, Santa Maria, Santa Cruz do Sul, Santana do Livramento, Santa Rosa, Sapucaia do Sul e Uruguaiana.

Qualificação

O objetivo destas capacitações é qualificar e orientar os secretários e técnicos municipais para o efetivo cumprimento da cláusula que trata das obrigações, nos Convênios de Delegação de Competência para Licenciamento Ambiental, visando a cooperação técnica e administrativa nas atribuições de licenciamento, fiscalização e controle ambientais a fim de promover a conscientização pública na proteção, recuperação e melhoria da qualidade ambiental no estado.




Fonte: http://www.fepam.rs.gov.br/noticias/noticia_detalhe_net.asp?id=14624
LEIA MAIS
Notícias
Poluição ameaça local de nascimento de Buda e obriga monges a meditar de máscara
O local onde teria nascido Buda (Sidarta Gautama, fundador do budismo) no Nepal está ameaçado por causa da poluição, alertam autoridades e cientistas.
Dados recentes coletados por estações de monitoramento da qualidade do ar em cinco lugares do país mostram que Lumbini é altamente poluído.
Os alertas ocorrem em meio à expansão industrial perto do local sagrado.
Em janeiro, o índice de poluição atmosférica em Lumbini, no sudoeste do Nepal, era de 173.035 microgramas por metro cúbico.
O nível considerado seguro pela OMS (Organização Mundial da Saúde) é de 25 microgramas por metro cúbico. Já o padrão nacional estabelecido pelo governo do Nepal é de 40.
Turistas e monges dizem que têm dificuldade para respirar no local.
O monge Vivekananda, responsável por um centro de meditação internacional em Lumbini, é um dos que reclamam: diz que sofre com a tosse e precisa usar máscaras enquanto medita perto do templo de Mayadevi, construído exatamente no local onde Buda teria nascido.
"Recebemos em nosso centro de meditação pessoas que sofrem de asma, e o estado de saúde delas piorou consideravelmente durante a estadia em Lumbini", explica.
"Em pelo menos três casos, (visitantes) tiveram de antecipar a volta para casa por causa dos altos níveis de poluição."
Outro estudo conduzido pela UICN (União Internacional para a Conservação da Natureza) e a Unesco (braço da ONU para a cultura) revelou que a poluição também está ameaçando o Patrimônio da Humanidade de Lumbini.
"A expansão das indústrias emissoras de gás carbônico dentro da zona protegida de Lumbini vem causando vários problemas, como ameaças à biodiversidade e riscos para a saúde aos moradores, sítios arqueológicos, e valores culturais e sociais", diz o estudo.
Uma pesquisa realizada em três monumentos de Lumbini concluiu que o jardim sagrado – um dos principais cartões-postais do local – estava poluído por componentes sólidos e gasosos dispersos no ar.
"Nas amostras colhidas no pilar de Ashoka (construído em 249 a.C. pelo imperador Ashoka para marcar o local de nascimento de Buda), gipsita, calcita, dolomita e magnesita estão presentes na forma de uma poeira fina na superfície", diz levantamento realizado pelo arqueólogo italiano Constantino Meucci, da Universidade de Roma.
"Todos os componentes são resultado do ciclo de produção de cimento", acrescentou.
Muitas dessas fábricas estão dentro dos limites da Zona de Proteção de Lumbini, algo que os ambientalistas dizem se tratar de uma violação das regulações do governo.
"Quando o vento traz mais poluição, vemos muitos monges meditando aqui usando máscaras", diz Shankar Gautam, que acabou de se aposentar depois de trabalhar por 30 anos como funcionário da saúde pública.
"Estudos mostram que nos últimos dez anos o número de pessoas com doenças pulmonares aumentou. A poeira que vem para cá também gerou uma explosão de casos de doenças de pele", agregou.
Importante ponto de peregrinação para os budistas, Lumbini atrai muitos turistas.
No ano passado, a localidade recebeu 1 milhão de visitantes e autoridades planejam transformá-lo em um grande destino turístico internacional.
O governo do Nepal diz estar ciente do problema.
"Sabemos que Lumbini é mais poluído do que Katmandu (capital do Nepal)", diz Shankar Poudel, chefe da divisão de medição de poluição atmosférica no Ministério do Meio Ambiente.
"Planejamos detectar as fontes da poluição usando um drone em um futuro próximo e esperamos que isso ajude a minimizar o problema".
Reportagem: Navin Singh Khadka, da BBC: http://www.bbc.com/portuguese/internacional-39878700
LEIA MAIS
O que falam sobre nós
“ A All Gás se destaca pela competência em oferecer serviços especializados em medições atmosféricas e capacidade de adaptação aos serviços prestados. Recomendo pela destreza e profissionalismo”.
José Ribeiro de Araújo Júnior - Diretor - Garden Projetos e Meio Ambiente
Solicite um diagnóstico para a sua empresa
All Gas Monitoramento e Estudos de Emissões Atmosféricas Ltda.
(54) 3029.4764 | 3219.1541
CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL
comercial@allgasbrasil.com.br
© Copyright 2010 → 2015 All Gas Ltda. | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Isoton